Materiais auto-extinguíveis

10 janeiro 2021 Kingspan Isolamento
Materiais auto-extinguíveis

 

Se estiver a ler este blogue, já viu a nossa demonstração de uma amostra de Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen, a gama de isolamento de espuma fenólica da Kinspan, submetida ao calor de um painel radiante no teste indicativo ISO 5660-1. Se não o fez, pode vê-lo aqui ou abaixo.

Em resumo, o vídeo mostra que o Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen se autoextingue quando removida a fonte de calor. Nesta publicação vamos definir o termo auto-extinguir, discutir as características que esperaria ver no material auto-extinguível, e veremos a evidência em vídeo que sustenta isto.


Então, o que significa realmente auto-extinguível?

O McGraw-Hill Dictionary of Scientific and Technical Terms define auto-extinção como "a capacidade de um material parar de queimar uma vez que a fonte de calor que produz chama tenha sido removida".
De acordo com a definição, para materiais auto-extinguíveis, como o isolamento com espuma fenólica, pode-se esperar que as chamas cessem uma vez que a fonte de calor tenha sido removida. Por outro lado, para materiais que não são auto-extinguíveis, como o polietileno, é de se esperar que o material mantenha uma chama após a remoção da fonte de calor.


O vídeo

Para demonstrar isso, realizámos o nosso próprio teste indicativo de acordo com a ISO 5660-1 (cone calorimétrico) utilizando uma amostra de polietileno e uma amostra de Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen Board.

O primeiro teste indicativo examina o comportamento da amostra de polietileno. Assim que a amostra é exposta ao calor do painel radiante começa a derreter e, após cerca de um minuto e dois segundos, fica inflamada. Quando o escudo de radiação, usado para proteger a amostra do painel de calor radiante, volta à sua posição acima da amostra de polietileno após três minutos para marcar o final do teste, pode-se ver que as chamas são mantidas. Este tipo de comportamento é típico dos materiais que não são auto-extinguíveis. No final do teste, a amostra de polietileno foi completamente decomposta pelo calor. Tudo o que resta é o papel de alumínio utilizado para embrulhar a amostra no início do teste.

O segundo teste indicativo examina o comportamento da amostra da Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen Board. Aproximadamente 22 segundos após o teste, o calor do painel radiante faz com que a amostra de teste se inflame. Quando a carbonização começa a formar-se na superfície da amostra de ensaio, as chamas começam a  extinguir-se. Quando o escudo de radiação é devolvido à sua posição acima da amostra de teste após três minutos e cinco segundos para marcar o final do teste, ao contrário da amostra de teste de polietileno, a amostra de espuma fenólica é quase imediatamente auto-extinguível.

Segue-se abaixo uma imagem do Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen Board depois de ter sido removido do suporte de amostras. Ao contrário da amostra de polietileno, que também é mostrada abaixo, e que sofreu uma decomposição térmica completa, a amostra de espuma fenólica carbonizou na superfície e manteve a sua aparência estrutural.

Os testes indicativos demonstram as complexidades que envolvem a reacção ao fogo.

Enquanto ambos os materiais são considerados "combustíveis", apenas a amostra de teste da Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen Board fará com que a chama se apague quando a fonte de calor for removida, enquanto que a amostra de polietileno não o fará.

Portanto, apenas o Kingspan Kooltherm K15 Rainscreen Board é, por definição, auto-extinguível.